Algo não vai bem no clima do Brasil e nem tampouco da América do Sul


Temos um clima bem diversificado em nosso Extenso Brasil, em que se encontra os mais diversos biomas, principalmente no que diz respeito à Amazônia, com a floresta Reinando absoluta, reinado que está sendo delapidado com consequências devastadoras com desmatamentos descontrolados, com seus grandes rios sendo assoriados impedindo o fluxo normal das águas, e como resultado as águas não conseguem romper a a sua foz, o que está fazendo com que as águas do oceano atlântico penetrem a foz a cada dia com mais força, o que vem salinizando as águas dos rios o que vem prejudicando as populações ribeirinhas que vivem na região.

O problema afeta principalmente quem mora no conjunto de ilhas na região do Arquipélago do Bailique, distrito a 12 horas de barco de Macapá.

Um estudo do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (Iepa) busca entender se a aceleração do fenômeno, que é natural, ocorre em função do desmatamento ambiental e do assoreamento do Rio Araguari, que desagua no Amazonas.

É um problema que é bastante delicado e que merece mais atenção das autoridades, o que vemos não é algo de agora mais um problema que vem se acumulando a décadas, colocar mais fiscalização no intuito de conter os desmatamentos já seria uma atitude relevante para um começo, organizando campanhas de incentivo as boas práticas de manejo da terra e assim por diante, incentivando a agricultura auto sustentável.

Os gastos com educação pode ser melhor do que gastos tentando arrumar uma situação que pode ser irremediavel para a natureza e quem dirá para nós homens.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: